Base para não recair

Tratamentos > Tratamento Recaída > Base para não recair
Anónimo

O meu primeiro contacto com a droga foi bastante cedo, tinha 12 anos. Andava na escola e o meu grupo de amigos gostavam de fumar uns charros e mais tarde passaram a drogas mais pesadas. Para não ficar mal, experimentei e daí a tornar-me viciado em cocaína foi um ápice. Dinheiro não era problema, porque vivia numa família com grandes possibilidades financeiras.

Só quando tinha 16 anos é que os meus pais se aperceberam da situação e foi quando fiz o meu primeiro tratamento. Mantive-me limpo durante quatro anos, até que entrei na faculdade e voltei a fumar charros. Pensava que iria conseguir controlar e não passaria disso, mas enganei-me redondamente e depressa recaí.

Passava os dias a ressacar, faltava às aulas, dormia e consumia, era a minha rotina. Perdi dois anos do curso e os meus pais entraram mais uma vez em acção. Tinham boas referências deste centro de tratamento e pensavam que podia fazer a diferença. A verdade é que fez mesmo! Seis meses de terapia mudaram a minha vida para sempre. Recuperado voltei a estudar, formei-me, constituí família e dentro de um mês vou ser pai. Sempre que me sinto fragilizado sei que não estou só.

Aqui encontrei as bases que me faltavam na vida.

Utilizamos cookies para garantir que o nosso site funcione da maneira mais tranquila possível e para analisar o tráfego da web. Se você continuar a usar o site, concorda com nossa Política de Cookies.
OK
Saiba aqui X