Peso incontrolável

Tratamentos > Distúrbios alimentares > Peso incontrolável
Anónimo

Desde que me lembro fui um rapaz gordinho, mas mesmo assim era activo e gostava de praticar desporto, o pior era não ter nenhum tipo de controle nas horas das refeições. Os meus pais, com aquela mentalidade típica "deixa estar que ele precisa de se alimentar", só me incitavam a comer mais e mais.

Só que claro que não poderia dar bom resultado e com 18 anos fui afastado da equipa de natação, pois o meu elevado peso não me permitia ter a agilidade necessária. Depois de muitos anos de dedicação a este desporto, foi um grande balde de água fria. Fiquei inconsolável e queria provar que estavam a ser injustos.

Foi aqui que entrou a bulimia, continuava a comer compulsivamente, mas só que vomitava tudo.O que pensava ser uma medida temporária, já estava descontrolada e a doença apoderou-se de mim. É verdade que emagreci, mas quando fui prestar novas provas para a natação, desta vez tinha falta de força. Ainda tentei parar a doença, mas não conseguia, estava completamente dominado.

Um dia fui fazer natação livre e desmaiei na piscina, não me afoguei por pouco. Fui encaminhado para o hospital e foi quando me detectaram a bulimia já em estado avançado. Aconselhado a vir para o centro, face às boas impressões que tinha, decidi que era mesmo a melhor solução.

Foram longos sete meses de tratamento, mas a cada dia que passava tinha a certeza que só aqui me salvaria. Nunca pensei que um simples acto como vomitar, poderia ser tão difícil de banir da minha vida… Com muita força de vontade e com a ajuda de uma equipa terapêutica fantástica curei-me.

Terminei o tratamento há uns meses, tem sido uma batalha diária, mas é uma batalha que não quero perder.

Utilizamos cookies para garantir que o nosso site funcione da maneira mais tranquila possível e para analisar o tráfego da web. Se você continuar a usar o site, concorda com nossa Política de Cookies.
OK
Saiba aqui X