Da Erva à Cocaína

Tratamentos > Drogas > Da Erva à Cocaína
Anónimo

A minha amiga sempre foi uma menina muito especial: a melhor aluna da turma, a mais bonita, a mais popular, a vocalista de uma banda de pop, a modelo que começava a vingar nas passerelles… Com apenas 18 anos tinha tudo o que queria.

Tinha nascido para brilhar, só que as más companhias acabaram por levá-la por caminhos dúbios. Porque gostava de se afirmar não recusou quando lhe ofereceram o primeiro charro de erva. Só que um simples charro de erva acabou por lançá-la em desafios mais perigosos: a cocaína.

Como levava um ritmo de vida stressante, sempre a correr de um lado para o outro, aproveitava a energia que sentia após consumir cocaína. Dinheiro não era problema, os trabalhos de moda eram bem pagos. Assim se aguentou por cinco anos, sempre num ritmo alucinante.

A família não fazia a mínima ideia do que se passava, porque entretanto ela já tinha saído de casa e raramente visitava os pais. Entretanto envolveu-se com um rapaz que também era toxicodependente e que acabaria por falecer em consequência de uma overdose. Esta situação marcou-a. Completamente perdida, decidi ajudá-la. Já o tinha tentado por diversas vezes, mas sem sucesso, porém agora era diferente.

A minha amiga aceitou e entrou em tratamento. Muitas foram as vezes que pensou em desistir, mas com o apoio do staff e dos colegas ia ultrapassando os dias difíceis. Além de tratar o vício da erva e da cocaína, aprendeu a lidar com a morte do namorado. Aquela menina que todos admiravam estava irreconhecível.

Após alguns meses no centro de tratamento voltou a casa, cheia de força e esperança para vencer. Quem não souber a história dela não imagina que ela é uma adicta em recuperação.

Utilizamos cookies para garantir que o nosso site funcione da maneira mais tranquila possível e para analisar o tráfego da web. Se você continuar a usar o site, concorda com nossa Política de Cookies.
OK
Saiba aqui X