Alinhamento Obsessivo

Tratamentos > Tratamento P.O.C. > Alinhamento Obsessivo
Anónimo

Nunca fui uma pessoa muito dada a limpezas, até que casei e fui viver com o meu marido. Por mais que tente, não consigo perceber o que se passou comigo, mas de um momento para o outro mudei e tornei-me obcecada pelo alinhamento das coisas em casa.

Tinha que estar tudo em linha: o tapete tinha que estar em linha com os azulejos, os livros tinham que estar direitos na estante, a colcha tinha que estar alinhada com as mesas-de-cabeceira, os pratos tinham que ficar alinhados na mesa…

Enfim, tudo o que possam imaginar tinha que estar alinhado e o pior é que nem quando me deitava para dormir tinha descanso, porque repetia os alinhamentos diários na cabeça, vezes sem conta. Quando acordava já estava estafada e sem energia para ir trabalhar.

Fiquei no desemprego e aí o meu marido impôs-se e fez-me um ultimato para salvar a relação. No centro ensinaram-me a controlar este meu transtorno obsessivo compulsivo.

Acreditem que não foi fácil, porque até aqui queria alinhar tudo, só que à medida que avançava no tratamento, esses gestos iam-se desvanecendo, até que já os extingui da minha vida.

Agora é que comecei finalmente a aproveitar a vida de casada, e com os ensinamentos que tive, acreditem que tem sido maravilhoso.

Utilizamos cookies para garantir que o nosso site funcione da maneira mais tranquila possível e para analisar o tráfego da web. Se você continuar a usar o site, concorda com nossa Política de Cookies.
OK
Saiba aqui X