Internamento para a Dependência do Álcool - Tratamentos : Villa Ramadas
VillaRamadas

Internamento para a Dependência do Álcool

O tabaco, o álcool e até mesmo o café são substâncias estimulantes para o organismo.

Como é que ocorre este estímulo? A hipófise, uma glândula responsável pelas sensações do paladar e do olfacto, está sempre vigilante e, quando detecta as substâncias referidas, dá o alerta e “convoca” todas as outras glândulas para eliminar o intruso.

Nesse momento, a concentração de energia é sentida como um estímulo, que provoca uma sensação de prazer, razão pela qual se repete a dose, que gera novos estímulos. A repetição contínua deste processo origina a dependência, dado que as glândulas perdem as forças para proteger o organismo e este vai precisar daquelas substâncias para conseguir trabalhar.


É sabido que, mais do que mudar um comportamento que se transformou num padrão, é necessário mudar os pensamentos e os sentimentos que estão na génese das dependências.

O internamento para a dependência do álcool permite “cortar” não só com a substância mas, também e essencialmente, com todas as rotinas associadas, para além de facultar a continuidade do esforço de mudança, no seio de um grupo amparado por profissionais especializados prontos a dar uma mão cheia de compreensão e amor.

O alcoolismo não é uma doença hereditária, mas em diversos casos tem uma forte componente genética.

Quem é filho de pais com problemas ligados ao álcool tem maior probabilidade de vir, de igual modo, a padecer do mesmo mal, não só por ter tido um modelo em casa, mas também devido a uma predisposição genética (que nada tem a ver com sina!).



A adição ao álcool é completamente incompatível com o controlo social sobre o acto de beber, pelo que é sugerida a pratica da abstinência total como a única via totalmente eficaz de proporcionar a libertação da dependência e evitar recaídas.

O internamento e o tratamento proporcionam ferramentas essenciais para se conseguir resistir à tentação de querer fazer com que todos os problemas “passem” através das “asas” do álcool, e fortalece o alcoólico de forma a que este consiga encontrar dentro de si recursos menos tóxicos, mais naturais e saudáveis para enfrentar a sua vida.

Durante o período de tratamento, o indivíduo não vai continuar a ser o “bobo da corte”, como era nos locais onde costumava embriagar-se, sob o olhar trocista dos outros e a atitude criminosa de quem, vendo o seu estado deplorável, lhe vendia mais e mais álcool.

Pelo contrário, será acarinhado e encorajado a seguir o caminho da sobriedade, ou seja, o caminho da mudança, do crescimento e da felicidade.

O tratamento da dependência do álcool, permite abandonar a escravidão da “substância” e as suas terríveis consequências, ensinando o dependente a enveredar por opções mais adequadas e responsáveis, que lhe permitam alcançar uma vida própria e repleta de liberdade em que cada dia passará a ser “o primeiro dia do resto da sua vida”.

Informações Complementares

Ler Testemunhos

Google Plus VillaRamadas