Escuro, já não me assustas

Tratamentos > Tratamento Fobias > Escuro, já não me assustas
Anónimo

Tenho fobia ao escuro.

Depois de ter lido o testemunho emocionante que a minha mãe deixou na parte dos testemunhos de familiares, não podia deixar passar em branco esta oportunidade de deixar o meu também.

Sempre tive medo do escuro e nunca entendi porquê. Pode parecer uma fobia fácil de contornar, mas de certa forma limitava-me a vida, principalmente quando combinava dormir fora de casa com colegas. Estes quando se apercebiam do meu pânico, inevitavelmente, gozavam comigo e faziam-me mil e uma perguntas. Eu nunca tinha uma resposta concreta, nunca pensei que estava condicionado pelo passado.

A verdade é que não tive uma infância feliz. Assistia constantemente a episódios de violência. O meu pai dia sim, dia chegava bêbado a casa e a minha mãe era o seu saco de tareia favorito. A minha mãe indefesa e sempre a querer manter a família à força, lá ia aguentando.

Eu ficava escondido no quarto, não fosse também apanhar. Isto passou-se anos a fio, até que o meu pai morreu com uma cirrose. A partir daí a paz reinou, mas eu não conseguia enfrentar o escuro na mesma.

Decidi entrar em tratamento e em VillaRamadas encontrei a minha solução. Depois de alguns meses em tratamento as coisas mudaram, ainda não fecho a porta do quarto por completo, mas a cada dia que passa fica menos aberta, até que há-de de chegar o dia em que nada fica aberto.

E aí poderei dizer: VENCI!

Utilizamos cookies para garantir que o nosso site funcione da maneira mais tranquila possível e para analisar o tráfego da web. Se você continuar a usar o site, concorda com nossa Política de Cookies.
OK
Saiba aqui X